16 de fev de 2010

Henry Evaristo foi embora...

Henry Evaristo foi embora. Estamos de luto, pois nosso amigo já não se encontra entre nós. Hoje, 16 de fevereiro de 2010 foi o triste dia da sua partida.
 
Deixou esse mundo de tristezas e alegrias, partiu para universos desconhecidos. Henry Evaristo foi embora e choro de saudade do contador de histórias, do escritor talentoso de raciocínio agudo, de olhar poético e rara sensibilidade musical. Choro por saudade de um amigo fascinante. 

14 de fev de 2010

Obscuro Amor - Final


Obscuro Amor 

Final



A paixão me consumira e ele me deu um preço que ousei pagar.
Porém, aos demônios não se paga somente com o sangue, com a alma, com a carne. Aos demônios, paga-se com a maldição eterna. O que seria mais sublime que tê-la comigo? Um dia e uma noite de puro deleite. Um dia e uma noite como um príncipe. Entanto, o demônio me enganara. Não percebi o logro imediatamente. Descobri naquela noite quando, enquanto na casa de Ana pranteavam seu cadáver de princesa adormecida, recolhi-me ao universo dos sonhos ainda embargado em deleite.

1 de fev de 2010

Obscuro Amor - Parte IV


 
Obscuro Amor - Parte IV

Esgueirei-me, naquela noite, pelos caminhos umbrosos como o criminoso hediondo que me tornara e retornei ao meu lar. As sombras pesavam-me n’alma e trabalhei. Inspirados pelos mais devassos demônios da noite meus dedos moviam-se como nunca dantes. Que dizer daquela noite maldita? Do cenário noturno, cheiros aziagos invadiam minhas narinas quase tomando todo ar;  podia sentir a minha volta bafejos de olhos insanos e demoníacos e ouvia, não pelos meios comuns, mas na frialdade na madrugada que gelava minha pele, lamentos de agonia que arrepiavam-me e deixaram minhas mãos ameaçadoramente trêmulas. Ainda assim, antes que o dia chegasse, a minha obra mais perfeita estava pronta e ainda que por pouco tempo, seria dolorido deixá-la partir.