29 de abr de 2010

Da solidão















Da solidão

Se choro ao crepúsculo
Verbalidades não contam
Eu entardeço sim

Nenhum comentário:

Postar um comentário