29 de mar de 2010

febre

a lua gritava-me
rubra e triste 

no rio sangrento de estrelas
eram azuis os corvos do adeus

Nenhum comentário:

Postar um comentário