31 de jul de 2010

canção-de-me-ninar



canção-de-me-ninar


os passos são silêncio
no vazio da madrugada
lá lá lá lá
hum hum hum
e eu estou tão só
que inventei uma canção
canção-de-me-ninar
lá lá lá lá
hum hum hum

e sem abraços
um travesseiro triste
já sem lágrimas pra chorar
e hum hum hum
enrodilhada em tristeza
e lá lá lá

solidão no escuro de meu quarto
não tem corpo nem afeto nem sonhos a sonhar
apenas minha voz tão baixinha nem sei escutar
lá lá lá
hum hum hum

é tão simples a solidão
e eu tão só e sou
que inventei uma canção
canção-de-me-ninar

lá lá lá
hum hum...

tem vento na cortina
e luar indo embora
é tão puro o dia nascendo lá fora

lá lá lá lá
hum hum hum
.......

Um comentário:

  1. Ninar-se, quando não há quem o faça. Em poucas linhas, retratou a solidão. Quem sabe, sabe. bj*

    ResponderExcluir