1 de nov de 2009

"Nós, Que Aqui Estamos por Vós Esperamos" - Parte II - Tânia Souza

 "Nós, Que Aqui Estamos por Vós Esperamos"


O título deste post não foi criado por mim. Em 2000, quando ainda estava na Universidade, pude conhecer e não mais esqueci essa obra especial. Trata-se de um prêmiado documentário brasileiro "Nós que aqui estamos por vós esperamos" foi dirigido por Marcelo Masagão, no ano de 1998. Recebeu Prêmio GNT de renovação da linguagem, Prêmios no 3º Festival de Cinema Nacional de Recife, no 4º Festival Internacional de Documentários de SP e no 17º Festival Internacional do Uruguai.


Um filme no qual esperança e desalento, lágrimas e risos dançam nos olhos diante da tela, quando o Século XX revela-se nas imagens que crescem junto com trilha sonora composta por Wim Mertens: insano, belo, poético, trágico, moderno, complexo, barroco, comovente e paradoxal, o filme-memória de Marcelo Masagão simplesmente merece ser visto muitas vezes. O título do post vem do filme, parece que o título do filme vem do pórtico de um cemitério da cidade de Paraibuna no interior do Estado de São Paulo, onde se lê a mesma frase. a origem da frase? Não sei, apenas sei que se puder, assista e comova-se perante a humanidade desnuda.
  • Sinopse

    A partir de recortes biográficos reais e ficcionais de pequenos e grandes personagens do mundo, Nós Que Aqui Estamos, Por Vós Esperamos narra a história do século XX. Com 95% de imagens extraídas de arquivos, o filme pretende discutir a banalização da morte e por correspondência direta, da vida.



  • Informações Técnicas 
  • Título: Nós que aqui estamos por vós esperamos 
  • País de Origem:  Brasil 
  • Gênero:  Documentário 
  • Tempo de Duração: 73 minutos 
  • Ano de Lançamento:  1999 
  • Site Oficial: Filmes do Masagão 
  • Estúdio/Distrib.:  Riofilme
  • Direção:  Marcelo Masagão.
*Clique aqui e veja trechos no YouTube.

*Wim Mertens é um compositor belga que preza pela parte minimalista da música clássica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário